qui. ago 18th, 2022
Como o inglês pode te ajudar na carreira acadêmica

Como o inglês pode te ajudar na carreira acadêmica

Quem tem o sonho de seguir uma carreira acadêmica provavelmente já foi informado que ela tem uma relação direta com o inglês. Para começar, vale lembrar que as provas para mestrado e doutorado, por exemplo, oferecem um nivelamento nesse idioma. 

Para entender melhor como o inglês e carreira acadêmica se relacionam nessa maratona de estudos, não deixe de ler a postagem de hoje. Vamos tratar desse assunto e te aproximar do seu sonho.

Vamos juntos?

O que é a carreira acadêmica, afinal?

A carreira acadêmica é a nomeação dada a quem segue estudando para uma especialização. Nesse caso, a pessoa segue se especializando em algum dos ramos na sua atuação em titulações conhecidas como mestrado ou doutorado.

O curso é stricto sensu, o que significa que conta com uma carga horária específica para estudar algum dos diversos temas da graduação de forma mais aprofundada. Esses caminhos são uma ótima opção para quem quer seguir carreira na Academia, ou seja, pretende dar aulas ou ainda fazer pesquisas sobre um tema específico.

Esse é, inclusive, um grande diferencial: o desejo de seguir estudando por mais tempo. Isso porque o profissional deve continuar se atualizando nos temas de sua expertise e dedicar algum tempo todos os dias para estar sempre atualizado.

Quando tempo dura?

O curso de mestrado dura em média dois anos. Essa não é uma regra, já que pode se estender um pouco mais ou menos. Já os de doutorado têm duração média de 4 anos, pois envolve um projeto de pesquisa mais elaborado.

Ainda assim, mesmo sem uma carga horária puxada de aulas, os temas de estudo exigem muito do aluno. Nesse tempo, ele precisa se envolver com pesquisa, participar de eventos relacionados e ler bastante. Somado a isso, existe também a necessidade de investir em uma dissertação sobre o tema.

O que fazer para entrar?

Para entrar, o estudante precisa passar por um processo de seleção muito rigoroso. Ele deve fazer uma prova de conhecimentos gerais, seguida por uma específica da sua área de atuação. Depois, uma análise de currículo e uma prova de inglês, seguida por entrevista e apresentação de um projeto.

É aí que muitas pessoas ficam inseguras: tenho mesmo que dominar um idioma estrangeiro? Que diferencial ele pode me oferecer? Qual a relação entre inglês e carreira acadêmica?

Além do inglês ser um pré-requisito para conquistar vagas nas principais universidades do país, a língua também pode ajudar muito na hora dos estudos. Isso porque muitos dos textos propostos são em outro idioma, o que acaba exigindo um pouco mais do aluno.

Como garantir a minha vaga?

Sejamos francos: não existe uma regra para entrar no mestrado, mas algumas medidas podem facilitar bastante a sua trajetória. Conheça algumas delas:

Leia e estude o edital

Muitas pessoas fogem dessa etapa e os brasileiros normalmente têm preguiça de ler os editais dos processos que participam. Essa dica é simples, mas pode ajudar muito (principalmente os mais desligados).

Interprete os pontos, entenda como o programa é estruturado, qual o tempo de duração da prova e as etapas pelas quais você passará. Essa é uma maneira eficiente de ter uma visão do programa e seguir as orientações corretamente.

Estude os textos indicados

Uma bibliografia é sempre indicada nesse tipo de processo. Se você quer mesmo ser bem-sucedido, deve se atentar a esse detalhe. Leia os textos (alguns deles podem ser inclusive em inglês) e estude seu contexto e um pouco sobre o autor.

Faça o exame de proficiência

A prova de inglês exige uma preparação intensa. Além disso, os exames de proficiência podem ter os resultados com um pouco mais de demora, então é bom contar com esse delay.

Veja o edital, invista em um bom curso de inglês pela internet para que consiga focar nos principais pontos e desenvolva o idioma. Essa é uma etapa que elimina muitas pessoas, então é bom se planejar com antecedência.

Prepare-se para a entrevista e para apresentar o projeto

A entrevista é um momento importante e você deve demonstrar muita segurança. Mostre suas razões para fazer pós-graduação e como essa experiência vai ser agregadora. Deixe as questões do seu currículo na ponta da língua também.

O projeto também precisa ser bem trabalhado, pois revela se você tem mesmo a intenção de se dedicar à carreira acadêmica ou se é só empolgação. Escolha um tema com o qual você se identifique e lembre-se que a prioridade é dada aos candidatos que desenvolvem ótimas pesquisas.

Tenha foco

Para chegar onde você quer, é importante ter disciplina e foco. Não deixe a matéria se acumular, mas leve o processo todo a sério. Por mais cansativo que seja, você vai conseguir se organizar e aproveitar esse momento da melhor maneira possível.

Agora que você entende melhor sobre a relação entre inglês e carreira acadêmica, viu como eles se complementam, não é mesmo? Não deixe de investir em bons conhecimentos nessa língua para garantir ótimas conquistas.

Compartilhe este artigo com seus amigos: